Próximos concertos com muita diversidade musical!

Os próximos dias do festival “Música em Leiria” prometem ser de grande qualidade e variedade musical: Daniel Bernardes, Quarteto Jazz Manuel Lourenço com Nicolau Santos e Cláudia Franco, e Orquestra Filarmonia das Beiras são os nomes em destaque para três dias de muita música.

Ex-aluno do Orfeão de Leiria, Daniel Bernardes sobe ao palco do Museu de Leiria – Claustros de Santo Agostinho, na próxima 5ª feira (23 de junho), pelas 21h30. Este concerto marca o início de um novo ciclo para o artista, onde poderá ser ouvida música escrita desde o lançamento de Nascem da Terra, em estreia absoluta. A noção de ciclo, está também muito presente na obra de Daniel Bernardes, sendo disso exemplo o conjunto de composições “Os Prelúdios Possíveis”, em destaque neste dia, e que conta agora com novas adições. Estes prelúdios refletem uma busca pela espontaneidade no ato de compor, sendo terminados numa sessão de trabalho apenas, proibindo-se o autor de voltar a eles para os alterar, num esforço para manter intacto o ímpeto criativo original. Daniel Bernardes será responsável pela direção, composição e piano, sendo acompanhado por Joel Silva na percussão e Carlos Barretto no contrabaixo.

A 24 de junho, pelas 21h30, será a vez do Quarteto Jazz Manuel Lourenço com Nicolau Santos e Cláudia Franco se estrear no Mosteiro de Santa Maria da Vitória na Batalha. Em destaque o espetáculo “Poesia e Jazz”, uma experiência inédita que se traduz em poesia dita por Nicolau Santos sobre uma base musical de ambiente jazzístico da responsabilidade do Quarteto de Jazz Manuel Lourenço e da voz de Cláudia Franco. A junção das duas formas de expressão (poesia e jazz) transportará o público de forma natural para um universo quase cinematográfico, deixando a sua criatividade trazer as imagens às palavras suportadas por uma “banda sonora”.

No sábado (25 de junho), pelas 18h00, no Teatro José Lúcio da Silva poderá assistir-se ao concerto da Orquestra Filarmonia das Beiras, com o piano de Filipe Pinto-Ribeiro, dirigidos pelo maestro Ernst Schelle, interpretando o Concerto para Piano e Orquestra nº1 e a Sinfonia nº3 do compositor alemão Johannes Brahms, uma das mais importantes figuras do romantismo musical europeu do século XIX. Este é o último dos quatro concertos inseridos no Ciclo Caixa Brahms – 2014/2016 – Integral das Sinfonias e dos Concertos.

Próximos concertos
Organizado pelo Orfeão de Leiria Conservatório de Artes (OL|CA), o Festival “Música em Leiria” decorre até 2 de julho, nas cidades de Leiria, Batalha, Marinha Grande e na vila de Castanheira de Pera, sob a direção do maestro António Vassalo Lourenço.

As Vozes Alfonsinas marcam presença no Festival, a 29 de junho, às 21h30, no Arquivo Distrital de Leiria, com o concerto do Centenário do Arquivo. Vinte anos depois de se estrearem no Festival “Música em Leiria”, voltam a este festival com um programa que incluirá música ilustrativa da época, entre a fundação do castelo por D. Afonso Henriques e a elevação de Leiria a cidade, por D. João III. Será especialmente preparada e feita a estreia moderna da versão polifónica recentemente descoberta em Leiria da antífona Asperges.

A 34.ª edição do “Música em Leiria” termina a 2 de julho com um concerto no Teatro José Lúcio da Silva, às 18h00. O concerto de encerramento com a Orquestra Sinfónica Portuguesa, o Coro do Teatro Nacional de São Carlos e o vencedor do Prémio Jovens Músicos (solista), sob a direção do maestro Pedro Neves.

O Festival “Música em Leiria” até 2 de julho. Os bilhetes para o evento estão à venda na bilheteira do Teatro José Lúcio da Silva, online em www.teatrojlsilva.pt e também no Orfeão de Leiria.