Lourenço Sampaio

Origem: Porto

Géneros: violino

Partilhe esta página

Nascido em 1989, Lourenço Macedo Sampaio formou-se no Conservatório de Música do Porto, na classe de Professor Jean-Loup Lecomte com nota máxima. Vencedor do Prémio Jovens Músicos 2015 – Nível Superior e Jovem Músico do Ano 2015, licenciou-se em Música com nota máxima pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo na classe do Professor Ryszard Woycicki de quem recebeu também ensinamentos de Música de Câmara. Desde os 16 anos tem aulas com Ana Bela Chaves, primeira violeta solista da Orquestra de Paris, e Valentin Stefanov, solista internacional laureado do Concurso Marguerite Long – Jacques Thibaud. Em 2009, começou o seu estudo com Igor Sulyga, violeta principal dos Virtuosos de Moscovo (dirigido por Spivakov), membro do Quarteto de Cordas de Moscovo e atual violetista do Quarteto de Cordas Kopelman. Em 2010, recebeu a primeira aula de Gérard Caussé, de quem obteve assíduo apoio e ensinamento. Concluiu em 2014 o Mestrado da Royal Academy of Music como bolseiro de mérito do Leverhulme Trust, Santander Universities UK e da Fundação Calouste Gulbenkian. Nos últimos anos tem frequentado masterclasses com Nobuko Imai, Maxim Vengerov, Rivka Golani, Yuri Bashmet, Diemut Poppen, Avri Levitan, Tatjana Masurenko e Luís Muñiz. Venceu o Concurso de Instrumentos de Arco do Alto Minho em 2008 e, aos quinze anos, foi laureado no Concurso Internacional Júlio Cardona. Venceu também o Prémio Helena Sá e Costa em 2013 tendo por isso atuado a solo com a Orquestra Sinfónica da ESMAE em 2014. Por duas ocasiões atuou a solo com a Orquestra do Conservatório de Música do Porto. Integrou a International Mahler Orchestra e colaborou com a Orquestra Sinfónica de Londres, Orquestra de Paris, Staatskapelle Dresden, Welsh National Opera, Royal Philharmonic, Oviedo Filarmonia, Orquestra Gulbenkian e a Orquestra Sinfónica do Porto, atuando em ambas as salas da Filarmonia de Berlim, na Kurhaus de Wiesbaden, Filarmonia de Colónia, Centraltheater de Leipzig, Liederhalle de Estugarda, Sala Pleyel, Nova Filarmonia do Luxemburgo, Auditório Nacional de Espanha em Madrid, Auditório Príncipe Felipe em Oviedo, Sala São Paulo no Brasil, Casa da Música, Auditório Gulbenkian, entre outras. Foi igualmente membro da Gustav Mahler Jugendorchester 2014 e 2015. Concluiu recentemente o Artist Diploma sob a orientação do Professor Paul Silverthorne, chefe de naipe da Orquestra Sinfónica de Londres.

Atualmente está à experiência na Welsh National Opera para Co-Principal e colabora com a Orquestra Sinfónica Portuguesa.